domingo, 15 de maio de 2011

II Festival Internacional de Música de Campina Grande

Está no ar a página do II Festival Internacional de Música de Campina Grande (www.festival.musica.ufcg.edu.br), que, este ano, acontece no período de 4 a 9 de julho. O Festival é uma promoção conjunta da Universidade Federal de Campina Grande, Universidade Estadual da Paraíba e Fundação Parque Tecnológico, contando com o apoio de diversas instituições públicas e privadas.

O corpo docente será formado pelos seguintes professores: Adriana Linares (Viola – Venezuela/EUA), Angelo Dias (Barítono – Brasil), Carlos Rieiro (Clarinete – Argentina/Brasil), David Gardner (Violoncelo – Inglaterra/Brasil), Marília Álvares (Soprano – Brasil), Karl H. Schwebel (Trompete – Brasil), Heleno Costa (Fagote – Brasil), Hye-Youn Park (Piano – Coreia/Alemanha), José Henrique Martins (Piano – Brasil), Jean Márcio (Tuba – Brasil), José Medeiros (Oboé – Brasil), Katie Kresek (Violino – EUA),
Kenneth Fulton (Regência – EUA), Lemuel Guerra (Chorusmaster – Brasil), Manuel Matarrita (Piano – Costa Rica), Mario Ulloa (Violão – Brasil/Costa Rica), Mauro Bertoli (Piano – Itália/Canadá), Netanel Draiblate (Violino – Israel/EUA), Thibault Delor (Contrabaixo – França/Brasil), Renan Rezende (Flauta – Brasil), Radegundis Tavares (Trompa – Brasil), Sandoval Moreno (Trombone – Brasil) e Vladimir Silva (Regência – Brasil).

O Festival Internacional de Música  é um evento sui generis no estado da Paraíba, projetando o nome da cidade e das instituições promotoras para vários cantos do país e diferentes continentes. É, portanto, uma oportunidade ímpar para intercâmbio entre profissionais e estudantes, contribuindo para expandir o mercado de trabalho dos músicos, assim como o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a arte e a cultura em nossa região. Este ano, o Festival acontece no Teatro Municipal Severino Cabral (http://www.teatroseverinocabral.com.br/index2.php), reinaugurado recentemente. Durante uma semana serão desenvolvidas várias atividades, incluindo aulas e concertos. A expectativa é que alunos de diversas partes do Brasil se inscrevam e que um grande público compareça para prestigiar aos espetáculos musicais, que acontecerão sempre à noite e terão entrada gratuita.

A entrega do Prêmio Radegundis Feitosa marcará o encerramento do Festival. Este prêmio será outorgado a um músico ou entidade artístico-cultural com relevante atuação no âmbito local, regional ou nacional. Para marcar a entrega do referido prêmio, o Coro e a Orquestra do Festival apresentarão o Requiem para um trombone, do compositor Eli-Eri Moura, escrito in memoriam do grande trombonista paraibano. Nesta ocasião também será feita a assinatura de um acordo de cooperação mútua entre a UFCG e a UEPB, que incluirão em seus orçamentos anuais uma verba específica para o Festival, garantindo, desta forma, sua continuidade pelos anos vindouros. Sintam-se, portanto, convidados para o nosso Festival e para conhecer as belezas da Rainha da Borborema, esta cidade que, como bem descreve Fernando Silveira, é “eterno poema, de amor à beleza, ó recanto abençoado do Brasil, onde o Cruzeiro do Sul resplandece, capital do trabalho e da paz!”

Vladimir Silva (silvladimir@gmail.com)

4 comentários:

Didier Guigue disse...

Parabéns pela iniciativa e sucesso!
Abs

Suzana Piano disse...

Que bom falar com vc. Estive em Campina Grande no início do mês, e não consegui conhecer a Universidade. Adorei o contato com as pessoas que são muito afetivas, a cidade, e a arte.Cheguei logo após a inauguração do teatro. Farei o possível para voltar a Campina Grande, quem sabe irei ao festival.Parabéns para vc e os paraibanos! abraços.
Suzana

Laiana disse...

E composição Vladimir???
Vocês sempre se esquecem dos compositores... snif, snif...
Coloca o curso de composição ano que vem que eu vou!!!
No mais, parabéns, o corpo docente está muito bom.
Abraço

Laiana de Oliveira

Thiago Lia Fook Meira Braga disse...

Parabéns, maestro!
E obrigado!

Postar um comentário